Sign In
Início do conteúdo
​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Sala de Imprensa​​​​​​

Newsletter​​​​​​

Acidentes de trânsito matam mais que crimes violentos no Brasil

Publicado em segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Newsletter - 22/02/2021 - 171ª Edição

A violência no tráfego viário é mesmo alarmante: o Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de mortes por acidentes no trânsito, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). E, para piorar esse trágico cenário, no primeiro semestre de 2020, o trânsito brasileiro matou mais do que os crimes violentos em seis estados, como mostra análise realizada pela Seguradora Líder ao comparar as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT por morte no período com os números divulgados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

No total, nos primeiros seis meses do ano passado, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Mato Grosso, Piauí e Mato Grosso do Sul contabilizaram, juntos, 5.859 fatalidades no trânsito – um número 13% superior às 5.119 mortes violentas, que incluem casos de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e/ou mortes por policiais.

Já no acumulado de 2019, a lista ficou ainda maior: 10 estados apresentaram mais mortes por acidentes de trânsito do que por crimes violentos – São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Ceará, Maranhão, Goiás, Santa Catarina, Mato Grosso, Piauí e Paraíba. Juntos, totalizaram 23.757 vítimas fatais em ocorrências de trânsito contra 16.666 mortes por crimes violentos, uma diferença de 30%.

Vale destacar, ainda, que o estado de Santa Catarina desponta no levantamento, apresentando a maior proporção entre mortes no trânsito e crimes violentos tanto em 2019 (53%) quanto em 2020 (33%). Ainda, os cinco estados com os maiores índices no primeiro semestre de 2020 se mantiveram no ano anterior, com mudanças apenas no ranking dentro das cinco posições.

Clique aqui para acessar a edição completa do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.



​Mais artigos​